GRUPO ESPÍRITA AGOSTINHO E TEREZA DE JESUS

O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os espíritos; Como filosofia, compreende todas as consequências morais que faz brotar dessas mesmas relações. Podemos defini-lo assim: Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bom como de suas relações com o mundo corporal.

E ainda, o Espiritismo é uma ciência nova que vem revelar aos homens, por meios de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo. Ele nos mostra, não mais como coisa sobrenatural, porém ao contrário, como uma das forças vivas sem cessar atuantes da natureza, como fonte de uma imensidade de fenômenos até hoje incompreendidos e , por isso, relegados para o domínio do fantástico e do maravilhoso. É a essas relações que o Cristo refere-se em muitas circunstâncias e daí vem que muito do que Ele disse permaneceu obscuro ou falsamente interpretado.

O Espiritismo é a chave com o auxílio da qual tudo se explica de modo fácil.

Allan Kardec


segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Quem somos ??






O Grupo Espírita tem por finalidade o estudo e a prática da Doutrina Espírita, segundo os ensinos codificados por Allan Kardec.
Contamos com 2 reuniões públicas por semana (2ª e 6ª) com palestra e passes, 
O G.E.A.T.J foi fundado em 27 de julho de 1926 e está situado na Rua Francisco, 31 - Praça Seca - Rio de Janeiro
 Cep: 21320-190
 http://maps.google.com/
  Tel. (21) 33903570 - 9.72243053 - 9.86461530 
 geagostinhoeterezadejesus@gmail.com

Seja bem-vindo ao Grupo Espírita Agostinho Tereza de Jesus !

Programação de Atividades


2ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes -  (Das 19:45 às 21:15 H.)

3ª Feira
Atendimento Fraterno (aconselhamento e orientação particular) - (Das 19:45 às 21:15 H.)


6ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes - (Das 19:45 às 21:15 H.)



Reuniões Públicas (Palestra e Passes)

JANEIRO/ Segundas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)

Dia 01 – NÃO HAVERÁ REUNIÃO PÚBLICA
Dia 08 – PROLEGÔMENOS
Dia 15 – DEUS E O INFINITO
Dia 22 – PROVAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
Dia 29 – ATRIBUTOS DA DIVINDADE



JANEIRO/ Sextas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)

Dia 05 – NÃO HAVERÁ REUNIÃO PÚBLICA
Dia 12 – A LEI DE AMOR
Dia 19 – O EGOÍSMO
Dia 26 – A FÉ E A CARIDADE






* Poderá haver modificações no roteiro acima *

PRÓXIMOS EVENTOS





PAUSA NAS REUNIÕES PÚBLICAS
ENCERRAMENTO - 18/12/17
RETORNO - 08/01/18










geagostinhoeterezadejesus@gmail.com
Receba informações do GEATJ por email    CADASTRE-SE !!!








AMOR AO VOLUNTARIADO



DOE-SE AO VOLUNTARIADO
Faça parte do quadro de trabalhadores do GEATJ. Ajudando nas atividades, e aumentando essa corrente de Amor e Caridade.


CAMPANHAS E DOAÇÕES


Peças de vestuário (adultos / infantis); Utilidades em geral; Materiais para manutenção das instalações; Livros espíritas;   Alimentos     não perecíveis; Óleo usado em frituras; Material de limpeza; etc.



CAMPANHA DE ASSOCIADOS


Se desejar , faça parte do quadro de associados do geatj, colaborando com a manutenção e conservação das instalações e desenvolvimento de várias atividades. Informe-se na secretária do Grupo.

                      






EM DIA COM O ESPIRITISMO







TEMPO DE CONFIANÇA
“E disse-lhes: Onde está a vossa fé?” — (LUCAS, capítulo 8,
versículo 25.)

A tempestade estabelecera a perturbação no ânimo dos discípulos mais fortes. Desorientados, ante a fúria dos elementos, socorrem-se de Jesus, em
altos brados. Atende-os o Mestre, mas pergunta depois: — Onde está a vossa fé? O quadro sugere ponderações de vasto alcance. A interrogação de Jesus indica claramente a necessidade de manutenção da confiança, quando tudo parece obscuro e perdido. Em tais circunstâncias, surge a ocasião da fé, no tempo que lhe é próprio. Se há ensejo para trabalho e descanso, plantio e colheita, revelar-se-á igualmente a confiança na hora adequada. Ninguém exercitará otimismo, quando todas as situações se conjugam para o bem-estar. É difícil demonstrar-se amizade nos momentos felizes. Aguardem os discípulos, naturalmente, oportunidades de luta maior, em que necessitarão aplicar mais extensa e intensivamente os ensinos do Senhor. Sem isso, seria impossível aferir valores. Na atualidade dolorosa, inúmeros companheiros invocam a cooperação direta do Cristo. E o socorro vem sempre, porque é infinita a misericórdia celestial, mas, vencida a dificuldade, esperem a indagação: — Onde está a vossa fé? E outros obstáculos sobrevirão, até que o discípulo aprenda a dominar-se, a educar-se e a vencer, serenamente, com as lições recebidas.
LIVRO CAMINHO, VERDADE E VIDA




REFLEXÃO





TÓPICOS DA IRRITAÇÃO

Se a irritação já se te fez um hábito, pensa nas desvantagens dela para que
te livres de semelhante desajuste espiritual.
Ora, pedindo à Divina Providência a força precisa a fim de que te
resguardes na tolerância.
Imagina o azedume como sendo um espinheiro magnético, arremessando
raios de energia destruidora em todas as direções.
A intemperança mental nunca auxilia a ninguém.
Uma frase carregada de aspereza, na maioria dos casos, pode ser figurada
como sendo murro no rosto das melhores oportunidades que te procuram.
Ânimo violento apenas agrava situações e complica problemas.
O costume de enraivecer-se é um predisponente a moléstias de trato difícil.
Condenação não edifica.
Ainda que o coração se te mostre ferido, conversa com serenidade e
esclarece com paciência.

Um gesto de gentileza opera prodígios.
LIVRO CALMA















LIÇÕES DO SENHOR NO CÍRCULO MAIS ÍNTIMO












Os descobridores do homem
Finda a leitura de alguns trechos da história de Job, a palestra na residência de
Simão versou acerca da fidelidade da alma ao Pai Todo-Bondoso.
Diante da vibração de alegria em todos os semblantes, Jesus contou, bemhumorado:
— Apareceu na velha cidade de Nínive um homem tão profundamente
consagrado a Deus que todos os seus contemporâneos, por isso, lhe rendiam
especial louvor. Tão rasgados eram os elogios à sua conduta que as informações
subiram ao Trono do Eterno. E, porque vários Arcanjos pedissem ao Todo-Poderoso
a transferência dele para o Céu, determinou a Divina Sabedoria fôsse procurado, na
selva da carne, a fim de verificar-se, com exatidão, se estava efetivamente
preparado para a sublime investidura.
Para isso, os Anjos Educadores, a serviço do Altíssimo, enviaram à Terra quatro
rudes descobridores de homens santificados — e a Necessidade, o Dinheiro, o
Poder e a Cólera desceram, cada qual a seu tempo, para efetuarem as provas
indispensáveis.
A Necessidade que, em casos desses, sempre surge em primeiro lugar,
aproximou-se do grande crente e se fêz sentir, de vários modos, dando-lhe
privações, obstáculos, doenças e abandono de entes amados; entretanto, o devoto,
robusto na confiança, compreendeu na mensageira uma operária celeste e venceua,
revelando-se cada vez mais firme nas virtudes de que se tornara modelo.
Chegou, então, a vez do Dinheiro. Acercou-se do homem e conferiu-lhe mesa
lauta, recursos imensos e considerações sociais de toda sorte; mas o previdente
aprendiz lembrou-se da caridade e, afastando-se das insinuações dos prazeres
fáceis, distribuiu moedas e posses em multiplicadas obras do bem, conquistando o
equilíbrio financeiro e a veneração geral.
Vitorioso na segunda prova, veio o Poder, que o investiu de larga e brilhante
autoridade. O devoto, contudo, recordou que a vida, com todas as honrarias e dons,
é simples empréstimo da Providência Celestial e usou o Poder com brandura,
educando quantos o rodeavam, por intermédio da instrução e do trabalho bem
orientados, recebendo, em troca, a obediência e a admiração do povo entre o qual
nascera.
Triunfante e feliz, o crente foi visitado, enfim, pela Cólera. De maneira a sondarlhe
a posição espiritual, a instrutora invisível valeu-se dum servo fraco e ignorante e
tocou-lhe o amor próprio, falando, com manifesta desconsideração, em assunto
privado que, embora expressão da verdade, constituía certo desrespeito a qualquer
pessoa de sua estatura social e indiscutível dignidade.
O devoto não resistiu. Intensa onda sanguínea lhe surgiu no rosto congesto e
ele se desfez em palavras contundentes, ferindo familiares e servidores e
prejudicando as próprias obras. Sômente depois de muitos dias, conseguiu restaurar
a tranquilidade, quando, porém, a Cólera já lhe havia desnudado o íntimo,
revelando-lhe o imperativo de maior aperfeiçoamento e notificando ao Senhor que
aquele filho, matriculado na escola de iluminação, ainda requeria muito tempo, na
experiência purificadora, para situar-se nas vibrações gloriosas da vida superior.
Curiosidade geral transparecia do semblante de todos os presentes, que não
ousaram trazer à baila qualquer nova ponderação. Estampando no rosto sereno
22
sorriso, o Cristo terminou:
— Quando o homem recebe todas as informações de que necessita para
elevar-se ao Céu, determina o Pai Amoroso seja ele procurado pelas potências
educadoras. A maioria dos crentes perdem a boa posição, que aparentemente desfrutavam,
nos exercícios da Necessidade que lhes examina a resistência moral;
muitos voltam estragados das sugestões do Dinheiro que lhes observa o
desprendimento dos objetivos inferiores e a capacidade de agir na sementeira do
bem; alguns caem, desastradamente, pelas insinuações do Poder que lhes
experimenta a competência para educar e salvar os companheiros da jornada
humana, e raríssimos são aqueles que vencem a visita inesperada da Cólera, que
vem ao círculo do homem anotar-lhe a diminuição do amor próprio, sem a qual o
espírito não reflete o brilho e a grandeza do Criador, nos campos da vida eterna.
O Mestre calou-se, sorriu compassivamente, de novo, e, porque ninguém
retomasse a palavra, a reunião da noite foi encerrada.

LIVRO JESUS NO LAR






ATENDIMENTO FRATERNO
















        ATENDIMENTO FRATERNO








TODA TERÇA-FEIRA ÀS 19:45 HS.

(necessário agendar)




O Atendimento Fraterno tem como objetivo primacial receber bem e orientar com segurança todos aqueles que o buscam. Apoiando-se nos postulados espíritas, o Atendimento Fraterno abre perspectivas novas e projeta luz. O conhecimento do ser imortal, da sua preexistência ao berço e sobrevivência ao túmulo, torna-se indispensável para qualquer cometimento terapêutico em relação aos problemas humanos. Por isso mesmo, a terapia do amor é de vital importância, envolvendo em confiança e ternura, ao mesmo tempo esclarecendo quanto a realidade e constituição espiritual.


JOANNA DE ÂNGELIS


MEDIUNIDADE NOSSA DE CADA DIA





19ª Poderiam os Espíritos superiores impedir que os
maus Espíritos tomassem falsos nomes?
“Certamente que o podem; porém, quanto piores são os
Espíritos, mais obstinados se mostram e muitas vezes resistem
a todas as injunções. Também é preciso saibais que há
pessoas pelas quais os Espíritos superiores se interessam
mais do que outras e, quando eles julgam conveniente,
as preservam dos ataques da mentira. Contra essas pessoas
os Espíritos enganadores nada podem.”
20ª Qual o motivo de semelhante parcialidade?
“Não há parcialidade, há justiça. Os bons Espíritos se
interessam pelos que usam criteriosamente da faculdade
de discernir e trabalham seriamente por melhorar-se.
Dão a esses suas preferências e os secundam; pouco, porém,
se incomodam com aqueles junto dos quais perdem o

tempo em belas palavras.”     (QUESTÃO 268)






O LIVRO DOS MÉDIUNS 








INFÂNCIA E JUVENTUDE






 Fundamentação:  “A Evangelização Espírita Infanto-juvenil, assim, vem concitar a todos para um trabalho árduo e  promissor, no campo da implantação das ideias libertadoras, a que fomos chamados a servir, pela  vitória do conhecimento superior e pela conquista da Vida Maior.” (Bezerra de Menezes, 1982).
 “Entretanto, renovando-se a mentalidade dos adultos, sejam eles pais ou preceptores, diretores de  Instituições ou servidores do Movimento Espírita, com esclarecimentos sobre a importância e  necessidade da Evangelização Espírita Infanto-juvenil, haverá uma notável aceleração, uma  ampliação mais sensível das tarefas previstas. Por esse motivo, são tão necessárias as campanhas  de esclarecimento junto à família cristã, às Instituições Espíritas, como também aos próprios  evangelizadores.” (Bezerra de Menezes, 1982). “Superando a acomodação ancestral a respeito da preparação das gerações novas, a Campanha  vem sensibilizando as pessoas responsáveis pelo progresso da Humanidade, nas Casas Espíritas,  despertando novos e interessados trabalhadores, que compreendem a urgência da educação  espírita-cristã, à luz do Evangelho e da Codificação. A socialização da criança e do jovem através  da Campanha de Evangelização Espírita é fundamental para a construção de uma mentalidade  livre de preconceitos e equipada de recursos superiores para o enfrentamento dos desafios no  mundo moderno, no qual as mudanças se fazem com muita rapidez.” (Francisco Thiesen, 1997). “O coração infanto-juvenil é abençoado solo onde se deve albergar a sementeira de vida eterna.  Preservá-lo com carinho, de modo a nele ensementar os postulados libertadores do Espiritismo, é  dever que não pode ser postergado pelos educadores espíritas encarregados de cuidar das  gerações novas.” (Vianna de Carvalho, 2007).   


“Nesse sentido, à Evangelização Espírita Infanto-juvenil cabe a indeclinável tarefa educacional de preparar os futuros cidadãos desde cedo, habilitando-os com as sublimes ferramentas do  conhecimento e do amor para o desempenho dos compromissos que lhes cumprirá atender,  edificando a nova sociedade do amanhã.” (Vianna de Carvalho, 2007).

ESTUDO DO EVANGELHO NO LAR






ROTEIRO:
1 – Escolha um dia da semana e um horário.
2 – Inicie com uma leitura para harmonização do ambiente. Sugestão de livros: Pão nosso, fonte viva, caminho verdade e vida ou vinha de luz.
3 – Faça uma prece de início
4 – Faça leitura (de forma seqüencial) de O Evangelho Segundo o Espiritismo e comente.
5 – Faça uma prece de encerramento.
Observações: Pode levar 30 min. ou mais; Pode ser feito com toda família, em parte, ou sozinho (a); Pode-se colocar água para beber ao final; Precisa ser feito toda semana no mesmo dia e hora.