GRUPO ESPÍRITA AGOSTINHO E TEREZA DE JESUS

O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os espíritos; Como filosofia, compreende todas as consequências morais que faz brotar dessas mesmas relações. Podemos defini-lo assim: Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bom como de suas relações com o mundo corporal.

E ainda, o Espiritismo é uma ciência nova que vem revelar aos homens, por meios de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo. Ele nos mostra, não mais como coisa sobrenatural, porém ao contrário, como uma das forças vivas sem cessar atuantes da natureza, como fonte de uma imensidade de fenômenos até hoje incompreendidos e , por isso, relegados para o domínio do fantástico e do maravilhoso. É a essas relações que o Cristo refere-se em muitas circunstâncias e daí vem que muito do que Ele disse permaneceu obscuro ou falsamente interpretado.

O Espiritismo é a chave com o auxílio da qual tudo se explica de modo fácil.

Allan Kardec


terça-feira, 1 de agosto de 2017

Quem somos ??






O Grupo Espírita tem por finalidade o estudo e a prática da Doutrina Espírita, segundo os ensinos codificados por Allan Kardec.
Contamos com 2 reuniões públicas por semana (2ª e 6ª) com palestra e passes, 
O G.E.A.T.J foi fundado em 27 de julho de 1926 e está situado na Rua Francisco, 31 - Praça Seca - Rio de Janeiro
 Cep: 21320-190
 http://maps.google.com/
  Tel. (21) 33903570 - 9.72243053 - 9.86461530 
 geagostinhoeterezadejesus@gmail.com

Seja bem-vindo ao Grupo Espírita Agostinho Tereza de Jesus !

Programação de Atividades


2ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes -  (Das 19:45 às 21:15 H.)

3ª Feira
Atendimento Fraterno (aconselhamento e orientação particular) - (Das 19:45 às 21:15 H.)


6ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes - (Das 19:45 às 21:15 H.)



Reuniões Públicas (Palestra e Passes)

AGOSTO/ Segundas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)

Dia 07 – CONCLUSÃO IX (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)
Dia 14 – INTRODUÇÃO I (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)
Dia 21 – INTRODUÇÃO II (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)
Dia 28 – INTRODUÇÃO III (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)



AGOSTO/ Sextas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)


Dia 04 – O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
CAP.VIII, 11 A 19
Dia 11 – BEM-AVENTURADOS OS QUE TEM FECHADOS  OS OLHOS
Dia 18 – INJÚRIAS E VIOLÊNCIAS
Dia 25 – A AFABILIDADE E A DOÇURA




* Poderá haver modificações no roteiro acima *

PRÓXIMOS EVENTOS








PROGRAMAÇÃO DO BRECHÓ

Resultado de imagem para BOA NOTÍCIA


à DIA 20/08 –  UTILIDADES            
à 27/08 –  BRINQUEDOS
        
 DAS 12 ÀS 18 HORAS








geagostinhoeterezadejesus@gmail.com
Receba informações do GEATJ por email    CADASTRE-SE !!!








AMOR AO VOLUNTARIADO



DOE-SE AO VOLUNTARIADO
Faça parte do quadro de trabalhadores do GEATJ. Ajudando nas atividades, e aumentando essa corrente de Amor e Caridade.


CAMPANHAS E DOAÇÕES


Peças de vestuário (adultos / infantis); Utilidades em geral; Materiais para manutenção das instalações; Livros espíritas;   Alimentos     não perecíveis; Óleo usado em frituras; Descartáveis; Material de limpeza; etc.



CAMPANHA DE ASSOCIADOS


Se desejar , faça parte do quadro de associados do geatj, colaborando com a manutenção e conservação das instalações e desenvolvimento de várias atividades. Informe-se na secretária do Grupo.

                      






EM DIA COM O ESPIRITISMO







LESÕES AFETIVAS


...Se habitas um corpo masculino, conforme as tarefas que foram assinaladas, se encontraste essa ou aquela irmã que se te afinou como o modo de ser, não lhe desarticules os sentimentos, a pretexto de amá-la, se não estás em condição de cumprir com à própria palavra, no que tange a promessas de amor.

E se moras presentemente num corpo feminino, para o desempenho de atividades determi
nadas, se surpreendestes esse ou aquele irmão que se harmonizou com as tuas preferências, não lhe perturbes a sensibilidade sob a desculpa de desejar-lhe a proteção, caso não estejas na posição de quem desfruta a possibilidade de honorificar os próprios compromissos...

LIVRO MOMENTOS DE OURO





REFLEXÃO






PODANDO IRRITAÇÕES

Se ainda trazes, porventura, o hábito de encolerizar-te e se já consegues reconhecer-lhe os prejuízos, podes claramente erradicá-la, atendendo à própria renovação. Inicia as atividades diárias, pensando em Deus e agradecendo as tuas possibilidades de fazer o bem. Medita, raciocinadamente, ante o clima de conhecimento superior que já possuis, na certeza de que te encontras na ocasião de expressar o melhor de ti mesmo. Pensa nos companheiros até agora capazes de induzir-te ao azedume, por irmãos nossos com qualidades, por enquanto, imperfeitas tanto quanto as nossas. Se algum traço de amargura se te fixa no coração relativamente ao comportamento infeliz de alguém, através de ações que consideres lesivas aos teus ensinamentos, desculpa a esse alguém, procurando esquecer-lhe a falta naturalmente impensada. Pondera que se os outros erram, também nós erramos, bastas vezes, na condição de espíritos, ainda ligados às múltiplas faixas da evolução terrestre. Não te aceites por infalível, a fim de entenderes com indulgência aqueles que, acaso, te falharem à confiança. Reflete na intimidade do coração que ninguém consegue algo realizar sem o concurso de alguém, para que aproveites os valores maduros dos colaboradores que a Divina Providência te confiou, sem estragar-lhes os valores ainda verdes. Abstém-te de lastimar fracassos e dificuldades que já passaram e entrega-te à reconstrução da própria paz, em bases de serviço e discernimento. Não nos esqueçamos de que, nas mais complicadas circunstâncias, a vida nos requisita a prática do bem e que, por isso mesmo, qualquer ocasião, para cada um de nós, é tempo de compreender e abençoar, auxiliar e servir.
LIVRO CALMA

RENOVAÇÃO






LIÇÕES DO SENHOR NO CÍRCULO MAIS ÍNTIMO












O maior servidor
Presente à reunião familiar, Filipe, em dado instante, perguntou ao Divino
Mestre:
— Senhor, qual é o maior servidor do Pai entre os homens na Terra?
Jesus refletiu alguns minutos e contou:
— Grande multidão se congregava em extenso campo, quando aí estacionou
famoso guerreiro carregado de espadas e medalhas, que passou a dar lições de
tática militar, concitando os circunstantes ao aprendizado da defesa. O povo
começou a fazer exercícios laboriosos, dando saltos e entregando-se a perigosas
corridas, sem proveito real; todavia, continuou como dantes, sem rumo e sem júbilo,
perdendo muitos jovens nas atividades preparatórias de guerra provável. Logo
depois, apareceu na mesma região um grande político, com pesada bagagem de
códigos, e dividiu a massa em vários partidos, declarando-se os moços contra os
velhos, os lares pobres contra os ricos, os servos contra os mordomos, e, não
obstante a sementeira de benefícios materiais, introduzidos na zona pela
competição dos grupos entre si, o político seguiu adiante, deixando escuros
espinheiros de ódio, desengano e discórdia entre os seus colaboradores. Depois
dele, surgiu um filósofo, sobraçando volumosos alfarrábios e dividiu o povo em
variadas escolas de crença que, em breve, propagavam infrutíferas discussões nos
círculos de toda gente; a multidão duvidou de tudo, até mesmo da existência de si
própria. A filosofia, sem dúvida, apresentava singulares vantagens, destacando-se
(a do estímulo ao pensamento, mas as perturbações de que se fazia acompanhar
eram das mais lastimáveis, legando o filósofo muitas indagações inúteis aos
cérebros menos aptos ao esforço de elevação. Em seguida, compareceu um sacerdote,
munido de roupagens e símbolos, que forneceu muitas regras de adoração ao
Pai, O povo aprendeu a dobrar os joelhos, a lavar-se e a suplicar a proteção divina,
em horas certas. Entretanto, todos os problemas fundamentais da comunidade
permaneceram sem alteração.
No extenso domínio, não havia diretrizes ao trabalho, nem ânimo consciente,
nem valor, nem alegria. A doença e a morte, a necessidade e a ignorância eram
fantasmas de toda a gente.
Certo dia, porém, apareceu ali um homem simples. Não trazia armas, nem
escrituras, nem discussões e nem imagens, mas pelo sorriso espontâneo revelava
um coração cheio de boa-vontade, guiando as mãos operosas. Não pregava
doutrinas espetacularmente todavia, nos gestos de bondade pura e constante,
rendia culto sincero ao Todo-Poderoso. Começou a evidenciar-se, lavrando uma
nesga do campo e adornando-a de flores e frutos preciosos. Conversava com os
seus companheiros de luta, aproveitando as horas no ensinamento fraterno e
edificante e transmitia suas experiências a todos os que se propusessem ouvi-lo.
Aperfeiçoou a madeira, plantou árvores benfeitoras, construiu casas e instalou uma
escola modesta. Em breve, ao redor dele, viçavam a saúde e a paz, a fraternidade e
as bênçãos do serviço, a prosperidade e o contentamento de viver. Com o espírito
de trabalho e educação que ele difundia, a defesa era boa, a política ajudava, a
filosofia era preciosa e o sacerdócio era útil, porque todas as ações, no campo,
permaneciam agora presididas pelo santo imperativo da execução do dever pessoal
no bem de todos.
Calou-se o Cristo, mas a assistência reduzida não ousou qualquer indagação.
Após contemplar o horizonte longínquo, em longos instantes de pensamento
mudo, o Mestre terminou:
— Em verdade, há muitos trabalhadores no mundo que merecem a bênção do
Céu pelo bem que proporcionam ao corpo e à mente das criaturas, mas aquele que
educa o espírito eterno, ensinando e servindo, paira acima de todos.
LIVRO JESUS NO LAR

HUMILDADE




ATENDIMENTO FRATERNO
















        ATENDIMENTO FRATERNO








TODA TERÇA-FEIRA ÀS 19:45 HS.

(necessário agendar)




O Atendimento Fraterno tem como objetivo primacial receber bem e orientar com segurança todos aqueles que o buscam. Apoiando-se nos postulados espíritas, o Atendimento Fraterno abre perspectivas novas e projeta luz. O conhecimento do ser imortal, da sua preexistência ao berço e sobrevivência ao túmulo, torna-se indispensável para qualquer cometimento terapêutico em relação aos problemas humanos. Por isso mesmo, a terapia do amor é de vital importância, envolvendo em confiança e ternura, ao mesmo tempo esclarecendo quanto a realidade e constituição espiritual.


JOANNA DE ÂNGELIS


MEDIUNIDADE NOSSA DE CADA DIA








226. 1ª O desenvolvimento da mediunidade guarda relação com o desenvolvimento moral dos médiuns?
“Não; a faculdade propriamente dita se radica no organismo; independe do moral. O mesmo, porém, não se dá com o seu uso, que pode ser bom, ou mau, conforme as qualidades do médium.”

2ª Sempre se há dito que a mediunidade é um dom de Deus, uma graça, um favor. Por que, então, não constitui privilégio dos homens de bem e por que se vêem pessoas indignas que a possuem no mais alto grau e que dela usam mal?

“Todas as faculdades são favores pelos quais deve a criatura render graças a Deus, pois que homens há privados delas. Poderias igualmente perguntar por que concede Deus vista magnífica a malfeitores, destreza a gatunos, eloquência aos que dela se servem para dizer coisas nocivas. O mesmo se dá com a mediunidade. Se há pessoas indignas que a possuem, é que disso precisam mais do que as outras, para se melhorarem. Pensas que Deus recusa meios de salvação aos culpados? Ao contrário, multiplica-os no caminho que eles percorrem; põe-nos nas mãos deles. Cabe-lhes aproveitá-los. Judas, o traidor, não fez milagres e não curou doentes, como apóstolo? Deus permitiu que ele tivesse esse dom, para mais odiosa tornar aos seus próprios olhos a traição que praticou.”



O LIVRO DOS MÉDIUNS 

INFÂNCIA E JUVENTUDE






Vemos que a natureza não dispensa a disciplina em momento algum.

Se quisermos um jardim ou se esperamos rendimento mais amplo de um pomar, cogitamos de geometria, irrigação, apoio e preparação; em vista disso, acreditamos que a criança não prescinde de educação através de muito amor, aliado à disciplina, reconhecendo-se que no período da infância estamos vindo ou retornando do Mundo Espiritual com as nossas próprias necessidades de aperfeiçoamento.

Este é um ponto de vista do Espiritismo Cristão; na condição de criança, procedemos do Mais Além, com certos obstáculos de ordem espiritual.

Se não encontrarmos criaturas que nos concedam amor e segurança, paz e ordem, será muito difícil o proveito da nova reencarnação que estejamos encetando.

(Do livro "Chico Xavier em Goiânia", pelo Espírito Emmanuel, Francisco Cândido Xavier, edição GEEM)

ESTUDO DO EVANGELHO NO LAR






ROTEIRO:
1 – Escolha um dia da semana e um horário.
2 – Inicie com uma leitura para harmonização do ambiente. Sugestão de livros: Pão nosso, fonte viva, caminho verdade e vida ou vinha de luz.
3 – Faça uma prece de início
4 – Faça leitura (de forma seqüencial) de O Evangelho Segundo o Espiritismo e comente.
5 – Faça uma prece de encerramento.
Observações: Pode levar 30 min. ou mais; Pode ser feito com toda família, em parte, ou sozinho (a); Pode-se colocar água para beber ao final; Precisa ser feito toda semana no mesmo dia e hora.

Dimensão material e espiritual da família