GRUPO ESPÍRITA AGOSTINHO E TEREZA DE JESUS

O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os espíritos; Como filosofia, compreende todas as consequências morais que faz brotar dessas mesmas relações. Podemos defini-lo assim: Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bom como de suas relações com o mundo corporal.

E ainda, o Espiritismo é uma ciência nova que vem revelar aos homens, por meios de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo. Ele nos mostra, não mais como coisa sobrenatural, porém ao contrário, como uma das forças vivas sem cessar atuantes da natureza, como fonte de uma imensidade de fenômenos até hoje incompreendidos e , por isso, relegados para o domínio do fantástico e do maravilhoso. É a essas relações que o Cristo refere-se em muitas circunstâncias e daí vem que muito do que Ele disse permaneceu obscuro ou falsamente interpretado.

O Espiritismo é a chave com o auxílio da qual tudo se explica de modo fácil.

Allan Kardec


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Quem somos ??






O Grupo Espírita tem por finalidade o estudo e a prática da Doutrina Espírita, segundo os ensinos codificados por Allan Kardec.
Contamos com 2 reuniões públicas por semana (2ª e 6ª) com palestra e passes, 
O G.E.A.T.J foi fundado em 27 de julho de 1926 e está situado na Rua Francisco, 31 - Praça Seca - Rio de Janeiro
 Cep: 21320-190
 http://maps.google.com/
  Tel. (21) 33903570 - 9.72243053 - 9.86461530 
 geagostinhoeterezadejesus@gmail.com

Seja bem-vindo ao Grupo Espírita Agostinho Tereza de Jesus !

Programação de Atividades


2ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes -  (Das 19:45 às 21:15 H.)

3ª Feira
Atendimento Fraterno (aconselhamento e orientação particular) - (Das 19:45 às 21:15 H.)


6ª Feira
Reunião Pública com Palestra e Passes - (Das 19:45 às 21:15 H.)



Reuniões Públicas (Palestra e Passes)

DEZEMBRO/ Segundas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)
Dia 04 – INTRODUÇÃO XVI (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)
Dia 11 – INTRODUÇÃO XVII (O LIVRO DOS ESPÍRITOS)
Dia 18 – JESUS

Dia 25 – NÃO HAVERÁ REUNIÃO PÚBLICA



DEZEMBRO/ Sextas Feiras - 19:45 às 21:15 H. (Palestra e Passes)
Dia 01 – O MANDAMENTO MAIOR. FAZER AOS OUTROS O QUE QUEIRAMOS QUE OS OUTROS NOS FAÇAM. PARÁBOLA DOS CREDORES E DOS DEVEDORES.
Dia 08 – DAI A CESAR O QUE É DE CESAR
Dia 15 – JESUS
Dia 22 – NÃO HAVERÁ REUNIÃO PÚBLICA
Dia 29 – NÃO HAVERÁ REUNIÃO PÚBLICA





* Poderá haver modificações no roteiro acima *

PRÓXIMOS EVENTOS





PAUSA NAS REUNIÕES PÚBLICAS
ENCERRAMENTO - 18/12/17
RETORNO - 08/01/18










geagostinhoeterezadejesus@gmail.com
Receba informações do GEATJ por email    CADASTRE-SE !!!








AMOR AO VOLUNTARIADO



DOE-SE AO VOLUNTARIADO
Faça parte do quadro de trabalhadores do GEATJ. Ajudando nas atividades, e aumentando essa corrente de Amor e Caridade.


CAMPANHAS E DOAÇÕES


Peças de vestuário (adultos / infantis); Utilidades em geral; Materiais para manutenção das instalações; Livros espíritas;   Alimentos     não perecíveis; Óleo usado em frituras; Material de limpeza; etc.



CAMPANHA DE ASSOCIADOS


Se desejar , faça parte do quadro de associados do geatj, colaborando com a manutenção e conservação das instalações e desenvolvimento de várias atividades. Informe-se na secretária do Grupo.

                      






REFLEXÃO





SOFRENDO REPROVAÇÕES


Estarás, possivelmente, sofrendo reprovações que te pareceram injusto espancamento espiritual. Inicialmente adota o silêncio sem fazer comentários. Ora, pedindo inspiração à Divina Providência. Se não tens culpa alguma em relação aos erros que te foram atribuídos,não dês resposta alguma e continua nas tarefas que a vida te confiou, desculpando quaisquer ofensas. Se as críticas sofridas guardam algum fundamento, procura analisar o próprio comportamento em referência ao assunto. Agradece em pensamento aos teus censores, procurando retificar os pontos nos quais te observes em desacerto. Nada reclames contra quem te aponte a verdade, porquanto se agem com exagero contra os enganos de que, porventura, te inculpes, a vida se incumbirá de esclarecê-los em momento oportuno. Não te defendas nem acuses a ninguém perante censuras recebidas. Continua trabalhando com sinceridade, cortando as atitudes que desaproves em ti mesmo. Se te notares no centro de culpas, pelas quais te sintas inegavelmente responsável, prossegue agindo e servindo, quanto possível, mesmo assim, na certeza de que todos somos filhos de Deus e que Deus te concederá recursos e abrirá caminhos novos pra que a paz de consciência te retome a vida e ilumine o coração.
                         
LIVRO CALMA















LIÇÕES DO SENHOR NO CÍRCULO MAIS ÍNTIMO












O santo desiludido
Inclinara-se a palestra, no lar humilde de Cafarnaum, para os assuntos alusivos
à devoção, quando o Mestre narrou com significativo tom de voz:
— Um venerado devoto retirou-se, em definitivo, para uma gruta isolada, em
plena floresta, a pretexto de servir a Deus. Ali vivia, entre orações e pensamentos
que julgava irrepreensíveis, e o povo, crendo tratar-se de um santo messias, passou
a reverenciá-lo com intraduzível respeito. Se alguém pretendia efetuar qualquer
negócio do mundo, dava-se pressa em buscar-lhe o parecer. Fascinado pela alheia
consideração, o crente, estagnado na adoração sem trabalho, supunha dever situar
toda gente em seu modo de ser, com a respeitável desculpa de conquistar o
paraíso.
Se um homem ativo e de boa-fé lhe trazia à apreciação algum plano de serviço
comercial, ponderava, escandalizado:
— Um erro. Apague a sede de lucro que lhe ferve nas veias. Isto é ambição
criminosa. Venha orar e esquecer a cobiça.
Se esse ou aquele jovem lhe rogava opinião sobre o casamento, clamava, aflito:
— É disparate. A carne está submetendo o seu espírito. Isto é luxúria. Venha
orar e consumir o pecado.
Quando um ou outro companheiro lhe implorava conselho acerca de algum
elevado encargo, na administração pública, exclamava, compungido: um desastre.
Afaste-se da paixão pelo poder. Isto é vaidade e orgulho. Venha orar e vencer os
maus pensamentos.
Surgindo pessoa de bons propósitos, reclamando-lhe a opinião quanto a alguma
festa de fraternidade em projeto, objetava, irritadiço:
— Uma calamidade. O júbilo do povo édesregramento. Fuja à desordem. Venha
orar, subtraindo-se à tentação.
E assim, cada consulente, em vista da imensa autoridade que o santo
desfrutava, se entristecia de maneira irremediável e passava a partilhar-lhe os ócios
na soledade, em absoluta paralisia da alma.
O tempo, todavia, que tudo transforma, trouxe ao preguiçoso adorador a morte
do corpo físico.
Todos os seguidores dele o julgaram arrebatado ao Céu e ele mesmo acreditou
que, do sepulcro, seguiria direto ao paraíso. Com inexcedível assombro, porém, foi
conduzido por forças das trevas a terrível purgatório de assassinos. Em pranto
desesperado indagou, à vista de semelhante e inesperada aflição, dos motivos que
lhe haviam sitiado o espírito em tão pavoroso e infernal torvelinho, sendo
esclarecido que, se não fora homicida vulgar na Terra, era ali identificado como
matador da coragem e da esperança em centenas de irmãos em humanidade.
Silenciou Jesus, mas João, muito admirado, considerou:
— Mestre, jamais poderia supor que a devoção excessiva conduzisse alguém a
infortúnio tão grande!
O Cristo, porém, respondeu, imperturbável:
— Plantemos a crença e a confiança entre os homens, entendendo, entretanto,
que cada criatura tem o caminho que lhe é próprio. A fé sem obras é uma lâmpada
apagada. Nunca nos esqueçamos de que o ato de desanimar os outros, nas santas
aventuras do bem, é um dos maiores pecados diante do Poderoso e Compassivo
Senhor.

LIVRO JESUS NO LAR






ATENDIMENTO FRATERNO
















        ATENDIMENTO FRATERNO








TODA TERÇA-FEIRA ÀS 19:45 HS.

(necessário agendar)




O Atendimento Fraterno tem como objetivo primacial receber bem e orientar com segurança todos aqueles que o buscam. Apoiando-se nos postulados espíritas, o Atendimento Fraterno abre perspectivas novas e projeta luz. O conhecimento do ser imortal, da sua preexistência ao berço e sobrevivência ao túmulo, torna-se indispensável para qualquer cometimento terapêutico em relação aos problemas humanos. Por isso mesmo, a terapia do amor é de vital importância, envolvendo em confiança e ternura, ao mesmo tempo esclarecendo quanto a realidade e constituição espiritual.


JOANNA DE ÂNGELIS


MEDIUNIDADE NOSSA DE CADA DIA





131 - Sabe-se que papel capital desempenha a vontade em todos os fenômenos do magnetismo. Porém, como se há de explicar a ação material de tão sutil agente? A vontade não é um ser, uma substância qualquer; não é, sequer, uma propriedade da matéria mais etérea que exista. A vontade é atributo essencial do Espírito, isto é, do ser pensante. Com o auxílio dessa alavanca, ele atua sobre a matéria elementar e, por uma ação consecutiva, reage sobre seus compostos, cujas propriedades íntimas vêm assim a ficar transformadas.






O LIVRO DOS MÉDIUNS 








INFÂNCIA E JUVENTUDE






 Fundamentação:  “A Evangelização Espírita Infanto-juvenil, assim, vem concitar a todos para um trabalho árduo e  promissor, no campo da implantação das ideias libertadoras, a que fomos chamados a servir, pela  vitória do conhecimento superior e pela conquista da Vida Maior.” (Bezerra de Menezes, 1982).
 “Entretanto, renovando-se a mentalidade dos adultos, sejam eles pais ou preceptores, diretores de  Instituições ou servidores do Movimento Espírita, com esclarecimentos sobre a importância e  necessidade da Evangelização Espírita Infanto-juvenil, haverá uma notável aceleração, uma  ampliação mais sensível das tarefas previstas. Por esse motivo, são tão necessárias as campanhas  de esclarecimento junto à família cristã, às Instituições Espíritas, como também aos próprios  evangelizadores.” (Bezerra de Menezes, 1982). “Superando a acomodação ancestral a respeito da preparação das gerações novas, a Campanha  vem sensibilizando as pessoas responsáveis pelo progresso da Humanidade, nas Casas Espíritas,  despertando novos e interessados trabalhadores, que compreendem a urgência da educação  espírita-cristã, à luz do Evangelho e da Codificação. A socialização da criança e do jovem através  da Campanha de Evangelização Espírita é fundamental para a construção de uma mentalidade  livre de preconceitos e equipada de recursos superiores para o enfrentamento dos desafios no  mundo moderno, no qual as mudanças se fazem com muita rapidez.” (Francisco Thiesen, 1997). “O coração infanto-juvenil é abençoado solo onde se deve albergar a sementeira de vida eterna.  Preservá-lo com carinho, de modo a nele ensementar os postulados libertadores do Espiritismo, é  dever que não pode ser postergado pelos educadores espíritas encarregados de cuidar das  gerações novas.” (Vianna de Carvalho, 2007).   


“Nesse sentido, à Evangelização Espírita Infanto-juvenil cabe a indeclinável tarefa educacional de preparar os futuros cidadãos desde cedo, habilitando-os com as sublimes ferramentas do  conhecimento e do amor para o desempenho dos compromissos que lhes cumprirá atender,  edificando a nova sociedade do amanhã.” (Vianna de Carvalho, 2007).

ESTUDO DO EVANGELHO NO LAR






ROTEIRO:
1 – Escolha um dia da semana e um horário.
2 – Inicie com uma leitura para harmonização do ambiente. Sugestão de livros: Pão nosso, fonte viva, caminho verdade e vida ou vinha de luz.
3 – Faça uma prece de início
4 – Faça leitura (de forma seqüencial) de O Evangelho Segundo o Espiritismo e comente.
5 – Faça uma prece de encerramento.
Observações: Pode levar 30 min. ou mais; Pode ser feito com toda família, em parte, ou sozinho (a); Pode-se colocar água para beber ao final; Precisa ser feito toda semana no mesmo dia e hora.









terça-feira, 31 de outubro de 2017

EM DIA COM O ESPIRITISMO







Ligeira resposta aos detratores do Espiritismo

O Espiritismo é uma doutrina filosófica de efeitos religiosos, como qualquer filosofia espiritualista, pelo que forçosamente vai ter às bases fundamentais de todas as religiões: Deus, a alma e a vida futura. Mas, não é uma religião constituída, visto que não tem culto, nem rito, nem templos e que, entre seus adeptos, nenhum tomou, nem recebeu o título de sacerdote ou de sumo-sacerdote. Estes qualificativos são de pura invenção da crítica. É-se espírita pelo só fato de simpatizar com os princípios da doutrina e por conformar com esses princípios o proceder. Trata-se de uma opinião como qualquer outra, que todos têm o direito de professar, como têm o de ser judeus, católicos, protestantes, simonistas, voltairiano, cartesiano, deísta e, até, materialista. O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como direito natural; reclama-a para os seus adeptos, do mesmo modo que para toda a gente. Respeita todas as convicções sinceras e faz questão da reciprocidade. Da liberdade de consciência decorre o direito de livre- -exame em matéria de fé. O Espiritismo combate a fé cega, porque ela impõe ao homem que abdique da sua própria razão; considera sem raiz toda fé imposta, donde o inscrever entre suas máximas: Não é inabalável, senão a fé que pode encarar de frente a razão em todas as épocas da Humanidade. Coerente com seus princípios, o Espiritismo não se impõe a quem quer que seja; quer ser aceito livremente e por efeito de convicção. Expõe suas doutrinas e acolhe os que voluntariamente o procuram. Não cuida de afastar pessoa alguma das suas convicções religiosas; não se dirige aos que possuem uma fé e a quem essa fé basta; dirige-se aos que, insatisfeitos com o que se lhes dá, pedem alguma coisa melhor.

Obras Póstumas – 1ª parte